• A Estratégia
    A Estratégia
  • As Parcerias
    As Parcerias

De forma global, conclui-se que a actividade agrícola é pautada, sobretudo, por motivações relacionadas com o contributo para a subsistência do agregado familiar e valor afetivo, existido como é normal na abordagem a actividades económicas desenvolvidas, sobretudo por familiares, dinâmicas próprias que podem apresentar resistências a novas tecnologias, procedimentos e abordagens que permitam o aumento do valor acrescentado associado à prática agrícola.

De notar também que é praticamente inexistente a diversificação da actividade na exploração agrícola, apesar dos diversos quadros de apoio e da implementação da abordagem LEADER nos territórios. No quadro das qualificações e da renovação geracional das actividades agrícolas, verifica-se que tem existido uma evolução muito positiva na composição da população agrícola familiar e nos próprios produtores singulares, apesar de ter de existir um maior ênfase na requalificação do sector de forma a permitir a renovação, quer da população agrícola quer dos produtores, com vista a aumentar o valor auferido pelos agricultores e pelo agregado familiar.

Também aspectos relevantes como o acesso à terra, acesso ao crédito, melhoria das qualificações formais e formação no que se refere a detenção de nicho de mercado e implementação prática dos modelo de negócio, são fulcrais na capacidade de criar modelos de negócio sustentáveis com capacidade de criar relações e pontes com outros sectores da actividade económica local.